A neozelandesa Lisa Reid cegou aos 11 anos. Ao bater com a cabeça numa mesa, voltou a ver. O episódio já foi em 2000, mas ela conta agora a história num esforço de consciencialização para os problemas das pessoas com deficiência visual.

Lisa deixou de ver por causa dum tumor ósseo que pressionava o nervo ótico. Tinha 11 anos. Mais de uma década depois, conta o Independent, num dia em que se baixou para beijar o seu cão-guia, bateu com a cabeça numa mesa. Depois disso, deitou-se e, no dia seguinte, quando acordou, constatou o inesperado: conseguia ver.

«Ninguém sabe explicar o que aconteceu», diz Lisa. Ela conta que teve, por exemplo, um choque ao voltar a ver o irmão, crescido, tantos anos depois: «Eu tornei-me numa mulher e o meu irmão tornou-se num homem».

14 anos depois de ter voltado a ver, Lisa explica que decidiu agora contar a história a propósito da semana da consciencialização da cegueira, na Nova Zelândia.

 

in TSF

Webmaster de:

Recomendo:

Atenção! Este sítio usa cookies. Ao continuar a utilizar o sítio concorda com o uso de cookies. Saber mais...